Título: Um Perfeito Cavalheiro
Série: Os Bridgertons #03
Autor: Julia Quinn
Ano: 2014
Número de Páginas: 304
Editora: Arqueiro

Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse parece um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, ela é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, porém, ela consegue entrar às escondidas no aguardado baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois. Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 

Resenha: Oi Povo, Tudo bem?
Todo livro que leio de Julia Quinn vira o meu predileto do momento! rsrs “O perfeito Cavalheiro” consegue misturar um belo romance de época com uma pitada de conto de fadas, como não amar? rs Só tenho a agradecer a Editora Arqueiro por publicar os romances de época com tanta qualidade e carinho.
No início do livro conhecemos Sophie, uma menina que é fruto de uma relação ilegítima que foi deixada na porta da casa de seu pai. Ele sendo um importante conde não assumiu sua paternidade e sim contou a todos que ela era sua pupila e que devia ser bem tratada. Claro, que todos os empregados da casa sabiam a verdade por trás dessa história, pois ela era a cara do conde. Sophie deve uma vida de princesa até o dia que seu pai resolveu se casar, esse casamento acabou com todos os seus sonhos, ela ganhou uma madrasta com M maiúsculo e duas “irmãs” que faziam questão de perturbar sua vida. O conde nunca tentou defende-lá, mas pelo menos não deixou sua madrasta a expulsa-lá de casa e ela continuou com uma vida relativamente confortável. O que mais Sophie gostava nessa vida é que ela podia estudar e nos estudos era melhor que suas “irmãs”. Até que um dia o conde morreu, ela pensou que seria jogada na rua imediatamente, mas sua madrinha a manteve em casa como empregada graça ao testamento que o conde deixou. Shopie acabou crescendo sem amor e com um sonho de um dia ser torna dama da sociedade londrina.
Benedict Bridgerton é mais conhecido por ser o número dois dos oito filhos dos Bridgerton do que por sua qualidades. Sua mãe Violet já esta mais do que desesperada para casa-ló, mas nunca perde as esperanças de conseguir bons partidos para cada um de seu filho e com isso ela vive dando bailes em sua casa. Ela dará um baile de máscaras que mudará a vida de Benedict de uma maneira que ele não poderá imaginar.
Como num passe de mágica a governanta que tomava conta de Sophie quando criança consegue que ela entre as escondidas no baile de mascará da família Bridgerton. Lá ela e Benedict se conhecem e imediatamente eles se apaixonam, mas o amor infelizmente não dura muito, pois o relógio marca meia-noite e Sophie é obrigada a sair correndo. No dia seguinte Benedict procurar sua dama misteriosa como um louco, mas infelizmente não encontra nada. Na mesma manhã, Sophie é expulsa de casa e de Londres pela megera de sua madrasta.
Três anos Benedict e Sophie se reencontram, com ele a salvando da garra de um bando de bêbados que queria violenta-lá. Ele a convida para ser empregada da sua mãe e nem imagina que ela é a mulher misteriosa do baile, é claro que Sophie fica extremamente magoada com isso. Eles se aproximam e acabam se apaixonando novamente, mas a situação continua hiper complica afinal Benict não pode se casar com uma criada. Ele chega até ter cara de pau de propor a Sophie para ser sua amante. Ela é teimosa e tem certeza que nunca geraria um filho ilegítimo para passar as mesmas coisas que ela passou. O que acontecerá com eles? Isso não posso contar, mas devo dizer que é um romance MARAVILHOSO!
Super indico!!! Julia Quinn é a mestra dos romance de época, estou contando os dias para “O segredos de Collin Bridgerton” chegar.
- Eu posso viver com você me odiando - disse ele em direção à porta fechada. - Só não posso viver sem você.
Nível do vício:

11 Comentários

  1. Adorei esse livro <3 Se prepara para o próximo Iris RSRSR Resenha muito fofa essa.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza,
      Obrigada :D A Julia Quinn é mt diva! rsrs

      Excluir
  2. Oi Iris, tudo bom?
    Que amorzinho esse livro!
    Adoro releituras da Cinderela, nem sei direito o porquê KKK E já tenho muita vontade de conhecer os romances de época da Julia, depois dessa resenha estou desesperada por um livro dela *-*

    Ah, meu blog está em novo endereço!
    Venha conferir: http://www.winterbird.com.br/
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica,
      Os Romances de Época são mts bons! Vc precisa conhecer!

      Excluir
  3. Que livro maravilhoso!
    Adoro histórias de época
    e esse é um "remake" da Cinderela maravilhoso ^^
    quero ler

    http://karinapinheiro.com.br/o-que-nao-foi-entregue-e-nem-dito/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karina,
      O livro é maravilhoso mesmo! Não tem como não se apaixonar!

      Excluir
  4. Oi, Iris!
    Eu não sou muito chegada na história da Cinderella, e a proximidade desse livro com o conto de fadas me fez não ter tanta curiosidade. Porém, adoro um romance fofo que arranca suspiros... Então fico em conflito sobre ler ou não ler Um Perfeito Cavalheiro hahaha :P
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscilla,
      Apesar de se parecer com o conta de fadas o livro arranca suspiros durante ele todo! Você não vai se arrepender! :D

      Excluir
  5. Oi!
    Dos livros da Julia nessa série esse é o meu predileto. Adoro de paixão!
    Acho que essa coisa mesclada com Cinderela me deixou encantada porque senti que ela saiu do "mais do mesmo".
    Vou esperar até o último para ver, mas até agora esse foi especial para mim. Ela é muito diva escrevendo!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol,
      Ela é a diva master! Rsrs
      Ainda não sei qual da série eu mais gosto, amo todos :D

      Excluir